Refletindo sobre compras compulsivas

Eu já comprei coisas que eu não precisava comprar.
Eu já gastei dinheiro com coisas banais e sem importância alguma.
Eu já contraí dívida que tiraram o meu sono e causaram intranquilidade.

Eu já comprei por impulso infinitas vezes. 
Foi uma fase complicada que não sinto orgulho. Porém uma fase de descontrole financeiro pode levar você a perder tudo que construiu. 

Essa fase passou no dia que eu sentei, olhei a minha volta e descobri que coisas não compram a felicidade verdadeira, apenas mascaram a ausência de alguma coisa na sua vida. 
Viver intranquilo é doloroso demais. 

Esse meu passado de descontrole não existe mais. Foi libertador olhar para as coisas materiais e conseguir desapegar. Tenho total controle sobre gastos. Não compro algo que eu não esteja precisando. Não gasto meu tempo criando necessidade. Ocupo meu tempo sendo feliz.
Hoje antes de comprar algo eu me faço algumas perguntas:

1. Eu preciso disso na minha vida? 
2. Porque estou comprando isso?
3. Qual a finalidade dessa aquisição?
4. Eu posso pagar por isso?
5. Se eu comprar vou conseguir honrar as parcelas? 


Chame de "seu dinheiro" aquele saldo positivo na sua conta bancária que não está incluso o limite do cheque especial. 
Por exemplo: Antonio decidiu comprar uma geladeira que custa R$ 2.000,00 (Dois mil reais). Ao consultar seu extrato bancário percebeu que seu saldo incluindo o limite era de R$ 3.000,00 (Três mil reais). Assim sendo, Antonio decidiu comprar a geladeira à vista, já que, na sua conta estava liberado um crédito. 
A pergunta que te faço é: A decisão de Antonio é certa ou errada? 

Antonio comprou a geladeira com o seu cheque especial liberado pelo banco, firmando naquele momento um empréstimo com juros elevadíssimos. No mês seguinte, Antonio necessita cobrir todo o limite da sua conta ou do contrário terá que pagar juros e multa e, facilmente a compra da geladeira pode virar uma bola de neve, se não for quitada a tempo.

Atitude correta: Economizar e comprar à vista sem recorrer ao banco. Pesquisar no comércio local melhores preços na concorrência e pesquisar em lojas on-line também. 
Controle suas emoções ou elas irão controlar a sua vida. Pense sempre antes de fechar uma compra. Questione suas prioridades e corte todos os excessos desnecessários que geram preocupação, tiram o seu sono ou causam nervosismo.