Falando com Deus


Todas as vezes que eu senti que estava prestes a desistir.
Todas as vezes que os meus pés ficaram cansados demais para continuar.
Todas as vezes que eu duvidei se estava no caminho certo ou se estava fazendo a coisa certa...
Todas as vezes que aceitei o desanimo ou a tristeza ..
Todas as vezes que eu deixei de fazer o que eu queria por não acreditar o bastante em minha própria capacidade...
Todas as vezes que eu fui humilhada e jogada ao chão...
Todas as vezes que eu fui pisada ou maltratada.
Todas as vezes que eu chorei e murmurei ...
Eu senti o teu amparo.
Eu senti o teu carinho e amor...
Eu senti que não estava sozinha ou desamparada.
Eu nunca te vi, pai. Eu nunca te toque, pai.

Mas eu sei que o Senhor existe, que o senhor me protege e que nunca me abandonou. Oh pai, eu sei que tu és tão bom, justo e perfeito comigo, mesmo quando eu não mereço. Amém.