Pare de se descabelar por pouca coisa


Que fé é essa que você diz ter se na primeira dificuldade você reclama, desiste e chora?
Que fé é essa que você abandona o barco logo após pedir o socorro?
Que fé é essa que balança logo que um vento forte começa a balançar o seu barco?
Que fé é essa que clama e logo quer ser atendido?
Que fé é essa que não aceita a oração não atendida?
Que fé é essa que dúvida: será que eu vou ser atendido (a)?
Que fé é essa que questiona: Será que Deus ouviu a minha oração?

Fé é amor. Então, eu te pergunto: Que amor é esse que não aceita esperar o tempo de Deus agir?
Que amor é esse que não respeita a vontade de Deus?
Que amor é esse?

Fé é compreensão também. Compreender que a vontade de Deus pode ser diferente da nossa vontade. Que o sonho que Deus sonhou para nossa vida é diferente do sonho que temos sonhado. E, principalmente que a história que ele escreveu é melhor do que a história que imaginamos viver.
Será que a sua fé não é pequena demais para um Deus tão grande?
Acredite mais!
Confie mais!

E o mais importante: ore mais.
É na oração que profetizamos o nosso amor a Cristo.


Portanto, não se descabele por pouca coisa. Se é para chorar que seja de agradecimento por todas as bênçãos que você não pediu e Deus te deu. Se é para sorrir que seja de todos os desafios que você teve amparado em Cristo para lutar e vencer. Se é para reclamar que seja das falhas que possui e não do que Deus ainda não fez por você. Se é para abandonar o barco é melhor não navegar em águas profundas.