O Poder da Palavra Não: Unindo e separando pessoas

Sim e não. Ambos com apenas três letras e com o poder máximo de causar alívio, agradecimento e solução. Sim e não possuem um poder ainda maior: unir ou separar pessoas.
Quem nunca pensou duas vezes antes de responder não para o pedido do outro com receio de ter a amizade abalada?

Você coloca as questões do outro antes das suas próprias questões e quando se dá conta você está carregando o peso dos erros do outro.
É egoísmo da minha parte fazer o que eu quero e somente o que me deixa feliz?
É egoísmo parar de fazer as vontades do outro e começar a fazer as minhas próprias vontades?

Não é egoísmo procurar ser feliz, cuidar da própria vida, decidir trilhar um caminho em que só fica o que lhe faz bem. É uma escolha inteligente para sua saúde física, emocional e psicológica.

Quando a vontade do outro tem mais valor que a sua própria vontade alguém vai sair frustrado, inquieto, decepcionado e/ou um dos dois vai explodir em algum momento.
O outro foi capaz de ficar diferente com você depois de ouvir “não”? Abra o olho. Fique atento. 
Diferente e distante fica quem nunca foi o nosso amigo verdadeiro. O colega pode ficar diferente. O conhecido do bar pode ficar diferente. Alguém que você conhece de vista ou é amigo do amigo pode ficar diferente também ao ouvir o não. Mas o seu amigo sincero não.

Agora o amigo que bate no peito e diz que é seu amigo este não pode mudar. Afinal, o amigo quando verdadeiro compreende que a resposta negativa tem uma razão ou um motivo claro.


Perto fica quem gosta da gente mesmo ouvindo sim ou não.