Poderia ser amor...Mas é só Carência

Cuidado com a dona carência!
Carência não é dengue, mas causa mais dores de cabeça que o mister chikungunya.
Você jura que é amor, mas é só vontade de dizer: eu tenho alguém. Já não sou só!
Você jura que é o cara certo, mas é ilusão.
O vírus da carência é terrível! Você ta solteira na pista atirando para todos os lados. Entre uma batida de cabelo e outro você notou um bonitão vindo na sua direção e logo pensa:
- É hoje que eu tiro o pé da jaca!
- É hoje que eu desencalho de vez meu pai!
Entre um papinho e outro você vê grandes possibilidades e já começa criar um futuro com o boy friend!
No dia seguinte já diz para amigas:
- Encontrei um cara incrível e aposto todas as minhas fichas que este é o meu!
Com o passar do tempo você descobre que ele não é exatamente o que você quer pra sua vida e que a sensação de felicidade não existe. Que tudo foi fruto da sua imaginação e da carência de ter alguém ao seu lado.
Ao lado da pessoa errada não há vaga para a pessoa certa.

Embora não exista a pessoa certa. Existe a pessoa disposta, disponível, acessível, interessada, imperfeita e preparada para viver o Big Brother de experiências e alegrias ao seu lado.